Portal do Mar

Português English

 

Pesquisa

Home » Pesquisar

Auto-Estradas do Mar dominam grupo de contacto de Alto Nível Luso-Francês

A Secretária de Estado dos Transportes, Ana Paula Vitorino, chefiou a delegação portuguesa à 1.ª reunião do Grupo de Contacto de Alto Nível Luso-Francês sobre Auto-Estradas do Mar, que decorreu no dia 14/04, em Paris, com um encontro com o seu homólogo, Dominique Bussereau, seguido de uma reunião de trabalho das duas delegações sobre Auto-Estradas do Mar em agenda.

A criação do Grupo de Contacto de Alto Nível Luso-Francês sobre Auto-Estradas do Mar resulta de uma decisão tomada por ocasião do 3.º Encontro de Alto Nível dos Governos de Portugal e França, que decorreu em Lisboa, em Fevereiro p.p., e que teve o domínio do mar como tema central. Portugal e França acordaram então no reforço do transporte marítimo, numa perspectiva de desenvolvimento sustentável.

Esta medida enquadra-se na estratégia que o Governo Português tem implementado de tornar Portugal numa referência para as cadeias logísticas da fachada Atlântica, fomentando a competitividade do transporte marítimo e da logística.

Desde Janeiro do corrente ano Portugal conta com duas auto-estradas do mar – uma entre Sines e a Itália e outra entre Leixões e o Norte da Europa (Holanda e Inglaterra) – com resultados que vão ao encontro das previsões, estando a validar todos os novos procedimentos e sistemas e a comprovar a apetência do mercado, justificando as políticas do Governo para os sectores marítimo-portuário e logístico.

A França é o terceiro maior parceiro comercial português, em matéria de importações (cerca de 5 mil milhões de Euros em 2007) e de exportações (cerca de 4,7 mil milhões de Euros em 2007), acreditando os Governos Português e Francês que existe um forte potencial para a implementação de auto-estradas do mar entre os dois países, que permitam o reforço do comércio bilateral, e contribuam para minimizar os custos ambientais inerentes ao transporte rodoviário e os custos decorrentes do congestionamento, nomeadamente no atravessamento dos Pirinéus, e para o desenvolvimento de um meio de transporte mais sustentável.

Fonte: Adaptado da Nota de Imprensa do Portal do Governo

Direção-Geral de Recursos Naturais, Segurança e Serviços Marítimos

Este portal é da responsabilidade do DGRM - Direção-Geral de Recursos Naturais, Segurança e Serviços Marítimos